Dicas e Novidades

Outubro Rosa – Vamos falar sobre câncer de mama

foto-siteOutubro Rosa é um movimento mundial de combate ao câncer de mama em mulheres e não poderíamos deixar de falar sobre essa importante doença que também acomete cães e gatos.

Atualmente, o câncer é a principal causa de óbito de cães e gatos. Com o aumento da longevidade, cresce a incidência do problema e estima-se que um em cada cinco cães irá desenvolver câncer. Pesquisas nessa área intensificam-se no sentido de estabelecer a patogenia, a prevenção, o diagnóstico e o tratamento.

Levantamentos estatísticos constatam que os tumores de pele são os mais frequentes, seguido dos tumores mamários. Existe uma predominância das doenças neoplásicas em fêmeas, podendo chegar a 75% dos casos quando comparado com machos de cães e gatos.

O câncer de mama em cadelas e gatas representa 25 a 50% de todos os tumores diagnosticados – até 67% dos casos nas cadelas esses tumores são malignos e nas gatas essa incidência sobe para até 96%. São observados em maior número nos animais com mais de 10 anos de idade.

Os fatores de risco mais associados com o desenvolvimento de neoplasias mamárias em cadelas compreendem a estimulação estrogênica (que ocorrem no cio), o uso de contraceptivos (hormônios para evitar o cio) e a alimentação rica em gordura.

O diagnóstico definitivo é realizado através da biopsia desses nódulos. É importante realizar exames complementares, como radiografia de tórax e ultrassom abdominal, para buscar possíveis metástases, pois infelizmente ocorrem em um quarto dos casos.

A remoção cirúrgica completa ainda é o procedimento terapêutico que confere maior probabilidade de cura dos tumores mamários, além de aumentar o tempo de sobrevida e a qualidade de vida do animal. Dependendo do tipo de neoplasia mamária, sua malignidade e presença de metástase, recomenda-se em alguns casos associar quimioterapia antineoplásica para o tratamento, existindo diversos protocolos terapêuticos e respostas variáveis de acordo com cada caso.

A boa notícia é que estudos mostram os benefícios da castração precoce na prevenção dos tumores de mama. A castração antes do primeiro cio reduz o risco de desenvolver câncer de mama para 0,05%, e antes do segundo cio para 8%. Realizando o procedimento após o segundo cio, as chances de desenvolver a doença aumentam para 26%. 

O acompanhamento clínico para check-ups de rotina no Médico Veterinário é essencial para prevenir e diagnosticar precocemente os vários tipos de câncer que podem acometer os animais.

Durante o mês de outubro a Vets estará com descontos para castração, entre em contato para mais infirmações! E lembre-se, a castração precoce é a melhor maneira de prevenir o câncer de mama. 

 

Referências:

Medicina Interna de Pequenos animais, 2008

Consensus for the Diagnosis, Prognosis and Treatment of Canine Mammary Tumors, 2013